quinta-feira, 12 de maio de 2016

Dinheiro extra renda acima de R$ 3.000,00 por mês !





  Estou recrutando revendedoras (es) que queiram lucrar 100% através das suas vendas. E podendo trabalhar com equipe e ganhar mais 10 15 ou 20% do volume de produção da mesma . Para maiores detalhes entrem em contato nos comentários ou WhatsApp (22) 9 9868-1655


                                               Ganhos acima de R$ 3.000,00

                                      Curta minha fã-page: Fabiano Dominguez

                                                             Youtube: Dominguez
                                      

domingo, 8 de maio de 2016

Hinofest 2016 - vivendo dias de alegria !

Mais fotos clique na imagem !

Hinofest 2016 - Curitiba

Vivendo dias de alegria ! 

Aprenda como ganhar de R$ 1.500,00 a R$ 5.000,00 por mês !

Curta minha fã-page: Fabiano Dominguez



quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

construa uma renda mensal de R$ 3.000 a R$ 10.000 !



Seja nosso parceiro de negócio, use nossos produtos todos com 50% de desconto, e indique para seus amigos, seja um (A) consumidor inteligente construa uma renda mensal de R$ 3.000 a R$ 10.000 sem parar de fazer o que você já faz hoje, isso seria interessante pra você? Se sua resposta é sim me chame inbox ou no whatsapp 22 9 9868-1655

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Seja nosso parceiro de negócios e tenha uma renda de 3 Mil por mês !








  Seja nosso parceiro de negócio, use nossos produtos todos com 50% de desconto, e indique para seus amigos, seja um (A) consumidor inteligente construa uma renda mensal de R$ 3.000 a R$ 10.000 sem parar de fazer o que você já faz hoje, isso seria interessante pra você? Se sua resposta é sim me chame inbox ou no whatsapp 22 9 9868-1655.

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Marketing multinível

 Marketing multinível (MMN), também conhecido como marketing de rede , é um modelo comercial de distribuição de bens ou serviços em que os ganhos podem advir da venda efetiva dos produtos ou do recrutamento de novos vendedores. Diferencia-se do chamado “esquema em pirâmide” por ter a maior parte de seus rendimentos oriunda da venda dos produtos, enquanto, na pirâmide, os lucros vêm, apenas ou maioritariamente, do recrutamento de novos vendedores. Nos Estados Unidos, uma forma de diferenciar os dois sistemas é a chamada regra dos 70%: se a empresa tem 70% ou mais de seu rendimento advindo dos produtos, é marketing em rede, senão é pirâmide.
 De acordo com Will Marks , “O marketing de rede é um sistema de distribuição, ou forma de marketing, que movimenta bens e/ou serviços do fabricante para o consumidor por meio de uma ‘rede’ de contratantes independentes”.

Conceito

O marketing multinível é um sistema derivado das vendas diretas. Este sistema em forma de rede (networking) tem se consolidado num cenário de revolução organizacional. Segundo alguns estudiosos de administração, o marketing de rede é considerado um sistema mais eficaz em determinadas situações de mercado.
Segundo tais autores, a globalização alterou a disposição do cenário econômico nos anos 80. Sendo assim, as empresas começaram a caminhar em direção ao marketing de relacionamento, justificando a necessidade de criar vínculos de fidelização com os clientes.
O Especialista em Marketing Multinível, Prof. Edmundo Roveri, apresenta o Marketing Multinível como um modelo de remuneração da Força de Vendas
O sistema de marketing multinível possui vários sinônimos. Entre as denominações que o mercado mais utiliza, estão:
  • Marketing de mídias sociais (MMS)
  • Marketing de Rede (MR)
  • Marketing Multinível (MMN)
  • Multi Level Marketing (MLM)
  • Network Marketing (NM)

Ondas

A evolução do sistema de marketing multinível divide-se em ondas (períodos). Ou seja, cada onda possui características diferentes a que se refere ao modelo de sistema multinível e suas especificidades. As ondas historicamente definidas são:

Primeira onda (1941 - 1979)

A primeira onda inicia-se logo após a criação do marketing multinível por Carl Rehnborg, quando o primeiro plano de comissões para diferentes níveis foi implantado em sua empresa naquela época. Durante este mesmo período, algumas pessoas e empresas aproveitaram o desenvolvimento do sistema de marketing em rede e desenvolveram o esquema em pirâmide. Este tipo de esquema possui uma estratégia bem parecida com o marketing multinível. Porém, a diferença essencial é que o multinível é uma ferramenta de negócios com o fim de comercializar produtos e/ou serviços, diferentemente do sistema em pirâmide, que recruta pessoas com o intuito de movimentar dinheiro somente.
O fim da primeira onda dá-se quando a Comissão Federal de Comércio , em 1979, define o marketing multinível como um negócio legítimo, ao contrário do esquema em pirâmide.

Segunda onda (1980 - 1989)

No início da década de 80, algumas centenas de empresas que utilizavam o sistema de marketing multinível explodiram nos Estados Unidos. Grande parte delas nascia em garagens e fundos de quintais sem nenhuma estrutura básica de organização. A experiência frustrou muitos negociantes e distribuidores que aderiram ao sistema de marketing multinível. Naquela época, os distribuidores acumulavam milhares de funções, além da necessidade de comprar cada vez mais produtos a fim de subir nos planos de carreira das empresas. Essa quantidade de fatores negativos resultava em estoques parados, desgaste físico e emocional dos distribuidores e, no final das contas, pouca ou nenhuma margem de lucro.

Terceira onda (1990 – 1999)

A terceira onda é caracterizada pela presença de novas tecnologias e mão-de-obra especializada na administração desses tipos de negócios. Neste cenário, executivos profissionais trabalhavam para reverter a imagem do marketing de rede e torná-lo menos árduo para os distribuidores. As companhias apostavam em sistemas informatizados, novas tecnologias de comunicação e técnicas sofisticadas de administração, a fim de tornar o marketing multinível mais eficaz. Outro fator de destaque é que as condições dos planos de compensação ficaram mais plausíveis. Ou seja, os distribuidores deixaram de ser pressionados a investir mais tempo e dinheiro do que dispunham para tocar o negócio.

Quarta onda (anos 2000)

Esta onda levou alguns especialistas a acreditarem que o marketing de rede cresceria ainda mais no século XXI, o que tem se confirmado. Prova disso é que grandes empresas multinacionais têm investido em empresas de marketing multinível ou em programas próprios de marketing de rede em suas empresas. Este impacto é resultado da imagem que o marketing multinível tem construído por meio das empresas que trabalham com o sistema e o aplicam com seriedade.

Quinta onda

Atualmente, assiste-se ao desenrolar da quinta onda, entendida como a associação dos conceitos de "marketing network" ou "marketing multinível - MMN" com a internet, sendo este o caminho mais eficiente para a criação de um bom "network", afinal, conceitualmente, a "internet" nada mais é do que uma rede mundial de pessoas integradas por meio de um receptor da mesma (smartphones, tablets, computadores, desktops). Além da ampliação da rede de contatos dos distribuidores, a internet agrega inovações ao processo de comunicação e relacionamento entre empresas, distribuidores e consumidores. Novas empresas do ramo de MMN contam com esta tecnologia desde seu projeto inaugural, enquanto outras têm buscado a reengenharia como recurso para acompanhar o movimento da "nova onda".

O que é o marketing ?


  O profissional de Marketing é, fundamentalmente, um administrador de negócios especializado em aumentar as vendas. Ele detecta e aproveita as oportunidades de mercado, atrai o consumidor e atende às necessidades do cliente. Esse graduado também delineia e executa estratégias para conquistar do público lealdade a uma determinada marca, bem como construir e manter a boa imagem do produto. Trabalha ainda com pesquisa de mercado, coletando e analisando dados sobre o perfil do consumidor e o ambiente socioeconômico, sempre estimando o impacto do custo das ações de promoção e propaganda sobre o preço final do produto. Ele pode trabalhar em departamentos de marketing de grandes empresas, como consultor de pequenos e médios negócios, ou atuar em institutos de pesquisa e órgãos públicos. É possível ingressar na carreira com uma graduação em Administração e, também, como tecnólogo.

Google+ Followers